Ações que pedem aumento na correção do FGTS são suspensas pelo STF

O Superior Tribunal de Justiça (STJ) suspendeu, no dia 26 de setembro, todos os processos que discutem a possibilidade de a taxa referencial (TR) ser substituída como índice de correção monetária dos saldos das contas vinculadas ao Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS).
A decisão foi tomada pelo ministro Benedito Gonçalves e passa a ser válida até que a Primeira Seção do STJ julgue um recurso apresentado pelo Sindicato dos Trabalhadores em Água, Esgoto e Meio Ambiente de Santa Catarina (Sintaema). O órgão do Poder Judiciário informou que existem cerca de 30 mil ações semelhantes em todo o Brasil.

Confira a notícia completa, clique aqui.

Categoria: Artigos, Informações, Notícias